O Comércio do Porto

Num período em que deixou de haver papel para a tinta correr, os jornalistas e demais trabalhadores de O COMÉRCIO DO PORTO encontram neste espaço a via para o exterior, por forma a manter viva a alma do jornal mais antigo de Portugal continental. Envie as suas mensagens para comercio151@hotmail.com

terça-feira, setembro 06, 2005

Ovar: José Lopes (BE) quer polémica à volta dos principais problemas do concelho

O candidato do Bloco de Esquerda à Câmara de Ovar, acusa PS e PSD de se envolverem em picardias para entreterem a população, deixando para trás a discussão dos verdadeiros problemas do concelho. José Lopes define o ambiente, a educação, e o social, como as prioridades, e garante que vai “criar polémica à volta destas questões”.

Francisco Manuel

No dia em que apresentou os candidatos às autárquicas, perante uma centena de apoiantes e o líder do partido, Francisco Louça, o Bloco não poupou críticas aos dois principais partidos (PS e PSD) concorrentes às eleições de 9 de Outubro e garante vai eleger o sétimo vereador na Câmara, “não para desempatar, mas para marcar uma posição clara”. Num discurso “empolgante”, José Lopes garante que está “disponível para esta batalha”, que, disse, “não é fácil, porque a autarquia, ao fim de 12 anos de governação socialista está numa encruzilhada, e por isso o momento é decisivo”.
Segundo o candidato “vai caber ao Bloco traçar um novo rumo”. Apoiando-se nos resultados das legislativas de 20 de Fevereiro, que fez do BE a terceira força mais votada no concelho (7,33%), José Lopes afirma que depois das eleições para a Assembleia da República, o partido “vai agora marcar as autárquicas”, e por isso acredita que o Bloco “vai eleger um deputado, de certeza”.
De acordo com José Lopes, “PS e PSD estão a fazer uma campanha, como se não se passasse nada” e dando a imagem que “estamos num concelho de maravilhas”.

“Património está a saque”

Avisa, por isso, que o BE vai querer “uma discussão profunda”, dos problemas que têm estado, segundo o candidato, “à margem da discussão do PS e PSD”. “É o património que está a saque, com projectos turísticos megalómanos”.
Os acontecimentos da última semana de Julho no centro da cidade de Ovar, quando vários jovens se envolveram em confrontos, foram o mote para o candidato falar das questões sociais. De acordo com José Lopes os responsáveis autárquicos e o principal partido da oposição reagem “como se este problema estivesse resolvido, e não se preocupam com o que está por trás disso”.
Afiança que a “autarquia está impotente perante tantos problemas e só se preocupa com o Sportsforum”, naquilo que considera “uma panaceia”, porque “não é aquilo que vai combater o desemprego no concelho”.