O Comércio do Porto

Num período em que deixou de haver papel para a tinta correr, os jornalistas e demais trabalhadores de O COMÉRCIO DO PORTO encontram neste espaço a via para o exterior, por forma a manter viva a alma do jornal mais antigo de Portugal continental. Envie as suas mensagens para comercio151@hotmail.com

sexta-feira, setembro 02, 2005

Ovar: Candidato socialista diz considera ridículas acusações do PSD

Francisco Manuel

O presidente da Câmara de Ovar e também candidato do PS às eleições de 9 de Outubro, classifica as acusações, do seu adversário do PSD, de que está a "comprar" votos com a promessa de emprego na edilidade de "falsas e ridículas".

“Para além da falsidade que encerram, são ridículas”, reagiu ao COMERCIODOPORTO.BLOGSPOT.PT Manuel Oliveira, justificando que por isso nada tem a dizer. No entanto, não deixou de lamentar que “na apresentação do seu programa eleitoral, o candidato do PSD em vez de apresentar projectos e ideias fizesse uma homenagem ao vazio de ideias e mostrasse um grau zero de política”.

“Não vou estar disponível para esse peditório; vou continuar a trabalhar de modo sério”, concretizou.
Recorde-se que durante a apresentação do seu programa eleitoral, o social-democrata Álvaro Santos, acusou Manuel Oliveira de tentar “comprar” votos com promessas de um lugar na Câmara depois das eleições.

“Há pessoas que têm sido assediadas com empregos na Câmara, em troca do seu apoio”, afirmou Álvaro Santos durante uma conferência de Imprensa onde fez a apresentação do seu programa eleitoral.
“Isto é imoral, incorrecto, e é jogar com o que de pior há na democracia”, criticou. Afirmou, também que esta “não é a forma de combater o desemprego, “uma das principais prioridades” dos social-democratas. Segundo Álvaro Santos o desemprego combate-se “com a iniciativa privada e não com lugares na Câmara”.