O Comércio do Porto

Num período em que deixou de haver papel para a tinta correr, os jornalistas e demais trabalhadores de O COMÉRCIO DO PORTO encontram neste espaço a via para o exterior, por forma a manter viva a alma do jornal mais antigo de Portugal continental. Envie as suas mensagens para comercio151@hotmail.com

quinta-feira, agosto 04, 2005

Jantar sexta-feira

Ao povo que ainda não lava no rio as tábuas do nosso caixão:
Proponho jantarada sexta-feira, 5 de Agosto (amanhã ou hoje, conforme me estão a ler) e copofonia depois. O melhor é o encontro ser na redacção por volta das 19h30.
Este repto é valido para todos os que trabalha(ra)m no COMÉRCIO, de todos os sectores, e extensível a todos os nossos amigos e ex-trabalhadores.
Se formos muitos, decidimo-nos por bifanas nas roulouttes mais próximas das praias. Qualquer outra idéia é válida e quem vier com peneiras por causa do sítio onde vamos jantar, que traga sandes para toda a gente. Evitem é a água, porque nos pode fazer mal nesta altura do campeonato. O importante é o convívio. E é a primeira vez que podemos ir jantar todos sem ficar nenhum na redacção a fechar o jornal. Há males que vêm por bem...

6 Comments:

  • At 04 agosto, 2005 19:05, Blogger O Acordeonista said…

    Força rapaziada! O importante é continuar a acreditar. História como a que vocês fizeram/fazem não morre assim tão depressa! Cumprimentos a Todos

     
  • At 04 agosto, 2005 19:26, Blogger Juanita said…

    estou lá:)

     
  • At 04 agosto, 2005 20:17, Blogger Sérgio Pires said…

    Barroso, esqueceste-te apenas de referir que depois do jantar há um "after hours" em casa do Ortiz... :)

     
  • At 04 agosto, 2005 20:20, Blogger pedrojcunha said…

    Barrosini, não sei se já falaram contigo, mas o Matos acabou de me enviar uma sms e em princípio só aparece depois da janta. De qualquer forma, mandou um abraço à malta!

     
  • At 04 agosto, 2005 22:26, Blogger dora said…

    Gostava muito de ir, mas não vou estar in town. Mas sabeis que comeria bifanas com a malta com muito gosto e que alinharia nos cerimoniais de saudade sem perder uma lágrima e uma gargalhada. Mas ainda temos aniversários, inaugurações de casas (eu não me esqueci!), casamentos (quando eles se decidirem finalmente) e outros eventos.

     
  • At 05 agosto, 2005 15:07, Blogger josevinha said…

    Ei pá. A este jantarol vou faltar. A minha mulher quer-me ao lado dela, hoje à noite, no Sá da Bandeira. Depois digo-vos se gostei desta "Amália".
    jose vinha

     

Enviar um comentário

<< Home