O Comércio do Porto

Num período em que deixou de haver papel para a tinta correr, os jornalistas e demais trabalhadores de O COMÉRCIO DO PORTO encontram neste espaço a via para o exterior, por forma a manter viva a alma do jornal mais antigo de Portugal continental. Envie as suas mensagens para comercio151@hotmail.com

quarta-feira, agosto 03, 2005

Até já

Sou autarca no concelho de Matosinhos e foi com desilusão e revolta que assisti à suspensão d' O Comércio do Porto.

Habituei-me a ler o Comércio, para estar a par das notícias do meu concelho e da minha freguesia.
O seu jornalismo de investigação fazem falta no panorama metropolitano. Provocava reacções automáticas por parte dos autarcas e entidades competentes face à matéria investigada.

Foi com agrado que, nos últimos dias, tem aparecido uma luz ao fundo do túnel. A crer nas informações divulgadas em alguns jornais, parece que há interessados em recuperar o Comércio, bem como A Capital.

Por isso, a bem da Área Metropolitana do Porto, espero que de facto avance a recuperação do Comércio.
 
Isto também é um aviso à TVI que foi recentemente comprada por espanhóis.
 
Para os jornalistas, repórteres fotográficos e colaboradores, obrigado e parabéns pelo trabalho desenvolvido.

Por isso não digo adeus, mas sim um até já!
 
Frederico Lemos - Matosinhos