O Comércio do Porto

Num período em que deixou de haver papel para a tinta correr, os jornalistas e demais trabalhadores de O COMÉRCIO DO PORTO encontram neste espaço a via para o exterior, por forma a manter viva a alma do jornal mais antigo de Portugal continental. Envie as suas mensagens para comercio151@hotmail.com

segunda-feira, agosto 01, 2005

Ainda não caímos

Confesso que não tenho feito outra coisa que não seja acompanhar a evolução deste blog. As saudades assumidas, os dias difíceis relatados, até as insensibilidades de alguns forasteiros transmitidas - a Liberdade de Expressão existe, pelo menos aqui -, e tantas outras coisas com que nos vamos identificando. A Ana confessou que não consegue sair daqui, a Patrícia falou de saudade e a realidade é que continuamos presos às nossas secretárias. É certo que a vida continua, mas este é sem dúvida um marco nas nossas vidas e carreiras profissionais. Também já tenho saudades e talvez por isso ainda não tenha arredado pé desta redacção, não aproveitando as "folgas" forçadas.
Este não foi o meu primeiro emprego. No final do curso estive numa rádio regional e generalista, onde no início se trabalhava desta forma, com garra, alegria e também alguma insatisfação (diga-se em honra da verdade), mas apenas pelos míseros escudos que entravam nas nossas contas. Foram quatro anos assim. Quando optei por ser jornalista também não esperava outra coisa... Até que surgiu o COMÉRCIO. Numa mesa de restaurante, em 2000, caiu inesperadamente um convite para fazer hóquei em patins. Aceitei com um "sim" rouco, que levava o Carlos Santos a chamar-me "Maria Zilda":). Dos rinques de patinagem aos campos da bola foi um instante e posso dizer que adoro o que faço. Aqui. Neste jornal, nesta secção desportiva, que como disse o Gui parece uma redacção dentro de outra redacção. Mas não é só isso que importa. Não é um cabeçalho que nos separa. Somos uma redacção, uma só, jovem e com iniciativa, que está disposta a fazer tudo para não deixar morrer este título. O amigo Vítor Queirós, do jornal A Bola, disse-me um dia, no Mercedes, que não iria encontrar melhor ambiente de trabalho que no COMÉRCIO. Ri-me e agradeci então a sorte de ter estado sempre acompanhada por grandes homens e mulheres. Pessoas que não mereciam que lhes tivessem tirado o tapete debaixo dos pés. Mas ainda não caímos. Estamos apenas... suspensos.

6 Comments:

  • At 01 agosto, 2005 13:46, Blogger Gois Vivo said…

    E eu acredito que vao conseguir ultrapassar,e o tapete nao vos vai sair debaixo dos pés.
    Força

     
  • At 01 agosto, 2005 14:53, Anonymous Anónimo said…

    Maria João, lembro-me bem desses teus, nossos, dias na Rádio. Tanto tempo e a malta continua na luta.
    Não era um grande fã do Comércio, como produto final, no entanto, há por aí muitos e bons amigos, alguns deles, como tu, companheiros de outras lutas e que já passaram por momentos semelhantes, como o Barroso no fecho da Rádio Activa.
    Infelizmente, parece sina não podermos parar para respirar, morreremos a ter que escrever sem saber se será a última vez.
    Um abraço solidário.
    Miguel Ribeiro (A Bola)

     
  • At 01 agosto, 2005 15:02, Anonymous Ana said…

    Forçaaaaaaaaaaaa!

     
  • At 01 agosto, 2005 15:16, Blogger Destro said…

    Não desistam Amigos...

    Onde está o povo que resistiu estoicamente ao cerco da cidade pelas tropas miguelistas, às invasões francesas, onde está o povo que esteve na manifestação de 31 de Janeiro e que esteve ao lado do general Sem Medo? Nós somos a INVICTA.
    Como Portuense de gema, não posso ver cair mais uma Histórico da minha cidade e ficar de braços cruzados. Temos de mostrar que somos mesmo o Povo mais Forte e partir para uma grande manifestação em prol do “O Comércio do Porto”.
    Estou convosco. Hoje ao Ligar a internet e não abrir como todos os dias a pagina do jornal, senti um vazio enorme, perdi um amigo, perdi um laço que me ligava aos Amigos que todos os dias me contavam o que se passava à minha volta
    A vossa Luta, passa a ser a também minha luta. O nosso Comércio e os 151 anos de história da nossa cidade contados dia após dia nas paginas deste jornal, merecem que se faça das TRIPAS CORAÇÃO, por ele...

     
  • At 01 agosto, 2005 17:15, Anonymous Anónimo said…

    Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

     
  • At 01 agosto, 2005 17:17, Anonymous Anónimo said…

    Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

     

Enviar um comentário

<< Home