O Comércio do Porto

Num período em que deixou de haver papel para a tinta correr, os jornalistas e demais trabalhadores de O COMÉRCIO DO PORTO encontram neste espaço a via para o exterior, por forma a manter viva a alma do jornal mais antigo de Portugal continental. Envie as suas mensagens para comercio151@hotmail.com

segunda-feira, agosto 01, 2005

Força!

Durante cinco anos, também eu fiz do nº 352 da R. Fernandes Tomás a minha segunda casa. Mudei-me, mas pelos muitos amigos que deixei, uma parte de mim ficou por lá. No dia 30 vi a manchete que não queria ter visto e o vazio foi tão grande como no dia em que desci pela última saí pela última vez do jornal para traçar outros caminhos. Hoje passei lá, olhei para a janela e senti um nó na garganta ao ver as secretárias vazias. Que seja por pouco tempo, espero eu. Força!

Enviado por: Olga Teixeira

2 Comments:

Enviar um comentário

<< Home